A Parábola da Máquina de Refrigerantes

O consumidor estava sedento. Tudo que precisava era uma máquina de refrigerantes…ah…as máquinas de refrigerantes, elas sempre nos obedecem… pagamos, elas nos devolvem a solução gostosa e gelada para nossa sede.

Mas, onde encontrar uma máquina de refrigerantes?

Eis que ao longe ele visualiza seu objeto de desejo.

Alegria! ele corre…

Saca do bolso uma moeda, escolhe o refrigerante e…

A máquina trava. Como assim?

Não pode ser!

Furioso, se sentindo enganado, ele chuta a máquina.

A máquina não coopera e ele vai embora decepcionado, triste, não acredita mais em máquinas de refrigerante.

Mestre, explica-nos a parábola.

A Máquina de Refrigerante é o Pai que está no céus. A moedinha é a vossa fé. Vós sois os consumidores. O Refri Gelado são as bençãos. As pancadas e chutes na máquina são vossas orações e pedidos insistentes.

“No princípio não era assim…”

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s