Que 2012 seja igual a 2011

 

Todo fim de ano é a mesma coisa. Muitas pessoas irrompem numa verdadeira onda de imprecações sobre o ano que finda, desabafos diversos, ameaças sobre o próximo ano determinam e ordenam que ele seja bom, que humilhe o ano passado, que se prepare para que seja abalado, declaram que será um ano de vitória, de sucessos, preparam novas metas, tudo irá mudar após o relógio passar das 23:59.

Como se uma força superior desse um comando dotando as pessoas de animo novo, de força para ir ao próximo ano e a-r-r-a-s-a-r. E elas ainda exigem que o próximo ano lhes seja fiel e não se oponha às suas futuras conquistas.

Deve ser a tal do confissão positiva, aquela onda do “declare que acontece”.

Será?

Eu gosto de pensar que se EU não me mover no sentido de fazer com que as mudanças aconteçam, serão inúteis todas as ameaças e ordens que eu der para o ano novo.

Mas é aquele antigo costume de tirar o foco da gente e achar um culpado pra o que acontecer de ruim, não é? Nesse caso, a culpa será de 2012 – o ano maldito.

Eu prefiro declarar para mim que eu saia do conformismo, que eu lute, que eu batalhe, que eu não desista. Que o significado dos dias, meses e do ano inteiro seja proporcionado pelas minhas ações, pelas minhas escolhas, porque, no final das contas, é assim que funciona.

Não quero negar que as contingencias da vida acontecerão, que tragédias, acidentes, coisas ruins acontecerão em 2012 independente do quanto eu trabalhe e deseje o contrário, mas isso é um fardo que só carrega que está vivo. O acaso e o tempo afetam a todos, já dizia o pregador.

Mas a culpa será do calendário? Que a gente nem sabe se corresponde realmente à contagem do tempo que foge?

Creio que não. Então, essas são as minhas determinações para o novo ano.

Que 2012 seja o mesmo que foi 2011, 2010, 2009…

Que EU seja diferente;

Que EU dê outros significados ao tempo, a cada momento que passa por mim;

Que EU mude a minha forma de reagir as contingencias da vida;

Que EU, finalmente, aceite a responsabilidade do que acontecer comigo nesse ano, sem culpar Deus, o diabo ou o calendário com os nomes dos deuses romanos.

Que Eu escreva mais nesse blog;

Que os Maias estejam errados (às vezes torço pra que estejam certos);

Que o novo ano seja um Ano Novo na vida de vocês.

🙂

Anúncios

5 pensamentos sobre “Que 2012 seja igual a 2011

  1. Que 2012 seja duca! Que seus textos sejam cada vez mais seus! Que cada vez mais seus textos alcancem bons leitores!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s