Fragmentos II

Todas aquelas exclamações?

Nunca chegaram aos meus ouvidos.

Tantas explicações nunca me saciaram.

Aquelas canções nunca balançaram a minha alma.

Um dia, cansado de repetição,

Despertei para o oposto.

Hoje o silencio me atordoa e me tira o sono.

Encontro felicidade quando me faltam explicações.

Um simples encadeamento de notas faz a minha alma inquieta descansar aliviada.

Mas eu continuo o mesmo.

Apenas olhei para o outro lado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s